jeudi 3 juin 2010

Crustáceo Humanizado - símbolo


 À beira da praia sem mar
A areia seca torrando
A próxima onda, o siri, a esperar
Gotas de sal, água, sonhando

Alucina miragem, satisfação
Reação fisiológica agrava-se
Procura memória, a ligação
Natureza arbitrária, escrava-se

Sensação de inquietude, mal-estar
Exígua água deslizante em rolo
Acode vontade, necessidade, logro

Preenche, nutrida, o presenciar
Alimenta, ingênua, doce pensar
Possível Maquiavel,  inevitável gozo


4 commentaires:

Rose Marinho Prado a dit…

Bom ...muito.

Giovanna Vilela a dit…

Bonito o ritmo da sua poesia. parabéns.

Wander Shirukaya a dit…

Muito interessante, especialmente por colocar um siri no entro das atenções.

Wellington a dit…

Que legais seus posts! Este mesmo faz uma ótima descrição por exemplo de uma pessoa doida para estar ou ter algo que ainda é algo difícil de se ter. Como uma pessoa sem rumo no deserto com cede e fome pensando que está próximo de um oásis.

Dá vontade de imprimir seu blog! ...rsrsrs... Dá vontade de ter um caderno com seu blog nas páginas! XD

Abraços!

http://neowellblog.wordpress.com/2010/11/21/japanese-summer/