lundi 27 avril 2009

Civilização?!

Das trevas uma odisséia
Pântanos de mundos mil

Visões ignotas, estagnantes

Tempestades de estímulos


Banhando da vida o rio
Bruscas, ternas, bruxas, serras
Fervor vindo do fundo do espírito
Suplicando que se faça jus à incerta andança


Caminho, caminho, caminho...

Frestas de liberdade
Angústia, responsabilidade

Igualdade, onde escondes?


Caminhante, no caminho, caminha

Tantos porvires, nem tantos de esperança

Demagogia dos governantes assaltando
geladeiras, saúde, moradias, conhecimentos

Agora tomam também viagens das férias de milhares
Para o luxo sem brilho de meras vaidades, vontades selvagens

~

7 commentaires:

heinostress a dit…

Bem interessante o texto, embora eu tenha achado ser uma poesia.

Uriel a dit…

Uau O_O
bem legal.
Tema atual abordado de uma maneira diferente, cara... tu é bom, ou boa. Não vi se era homem ou mulher, mas igual, parabéns..
admito que parece ser escrito por uma mulher ^^


só acho que tu deve mudar a lingua do teu blog, que tá em frances ;]
asaasuahusauhshua

dá uma passada no meu, quem sabe tu vá gostar, se tu se interessa por musica

http://degaragemcast.blogspot.com

**Carlitos** a dit…

foi tu quem escreveu? porque curti mto o texto... super atual... uma reflexao e tanto... pena que muitas pessoas preferem nao refletir sobre temas assim...

http://vira-lataderaca.blogspot.com/

Robson a dit…

textãoooooo fera



..


Registrando visita

http://pensooque.blogspot.com/

Moniquetudybom a dit…

Nossa! Quanta imagem e sentidos...parabéns!

Fábio Flora a dit…

Fazer poesia com nossos parlamentares fantásticos e suas viagens maravilhosas (com nosso dindim) não é fácil... Abraços e sucesso com o blog!

Anonyme a dit…

Tania,
Como sempre você está de parabens!
Vc esvreve muitíssimo bem!
beijos,
Aletheia